Futebol​

Futebol

Futebol além de uma paixão nacional, é uma atividade em que a principal vantagem é o desenvolvimento motor. A coordenação motora global, o equilíbrio, a noção espaço-temporal, a noção espacial e até mesmo o ritmo da criança são trabalhados. É uma atividade social e promove a interação entre os iguais.

Como todo jogo, o princípio do futebol são as regras. Mesmo que as regras para os pequenos sejam apenas alguns “combinados”, como o de não colocar a mão na bola.

A compreensão e o respeito as regras permite a criança um avanço no que se refere a convivência social e a participação no trabalho em equipe. A interação acontece em prol de um objetivo comum, que pode ser ganhar o jogo ou apenas não deixar a bola sair da quadra. Quanto melhor é essa interação, mais tempo a brincadeira dura e mais interessante ela se torna.

Não adianta brincar se não seguir as regras; pois em pouco tempo a criança fica cansada, ou pior, as outras crianças começam a reclamar. A disciplina começa como forma de se manter dentro das regras e evolui para o comprometimento com o esporte em si, saber até onde se consegue correr, saber ouvir seu professor.

A Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), reconhece que o futebol é um instrumento educativo valioso que pode ajudar as crianças a superarem traumas e frustrações. Crianças maiores podem recuperar a infância perdida através do futebol.

A Unicef utiliza o futebol de muitas formas e em muitos países, para educar as crianças em suas relações com os demais, diverti-los, a protegê-los da violência, dos abusos, e de outros males.

Área Restrita